Uma nota sobre: Se enlouquecer, não se apaixone.


   Daqueles filmes que você pensa: "Mais um combo adolescentes+problemas+paixão, quão blasé!". Pois é, mas vou confessar aqui pra você que adoro filmes adolescentes e não vamos discutir sobre isso aqui. O filme em questão trata de um garoto que tenta se suicidar e acaba indo, por conta própria, para um hospital em busca de tratamento. 

Chega a ser estranho em como eu me identifiquei com o personagem principal, tirando a parte do suicídio. Sabe o negócio de problematizar demais as coisas e acumular ansiedade? Então, é meio isso que ele faz e que eu faço. É um drama que muita gente, principalmente os jovens, vivem. O lance de ter que conquistar muita coisa, viver muita coisa e parecer ter pouco tempo. 

O filme é bom. É engraçadinho, leve e com romance. Aliás, nem mencionei a parte romântica porque não me prendeu muito apesar de adorar a Emma Roberts.




Compartilhe:

, , ,

Comentários

0 comentários:

Postar um comentário