Um desabafo sobre o tal feminismo.

  
   Feminismo não prega ódio, feminismo não prega a dominação das mulheres sobre os homens. Feminismo clama por igualdade, pelo fim da dominação de um gênero sobre outro. Feminismo não é o contrário de machismo. Machismo é um sistema de dominação. Feminismo é uma luta por direitos iguais. [...] Feminismo não tem nada a ver com deixar de usar batom, salto ou dar de quatro. Ninguém vai confiscar sua carteirinha de feminista se você usar rímel. Mas te abre para a possibilidade de só usar maquiagem quando quiser [...] Feminismo não tem nada a ver com ser inimiga dos homens. [...] Feminismo não tem nada a ver com não ter filhos, e sim com a escolha de como e quando esses filhos virão, e se virão. [...] o feminismo não é um livro de regras, mas uma discussão, uma conversa, um processo. E cada um tem o seu. Feminismo, caros, não é uma seita que reprime e excomunga quem quebra seus preceitos.
 
   Sabe, eu não sou a pessoa mais certa pra falar desse assunto. Ainda tenho minhas dúvidas. Mas depois de ler esse texto, que está na integra aqui, consegui enxergar o feminismo com outros olhos. Consegui me enxergar feminista. Consegui tirar toda a chatice e textos massantes publicados no facebook, sobre o tal do feminismo, da minha cabeça.

   As vezes eu fico de cara com o quanto de mulher que tem por aí apoiando o feminismo e odiando os homens, ou apoiando o feminismo e menosprezando os homens. E a coerência? Onde fica?

   Ontem vi um link no facebook que vinha com os seguintes dizeres: ''5 atitudes da mulher que adoçam a vida de um homem''. Daí fui ler os comentários. Choveu feminista falando que aquela matéria era machista, que a mulher tem que ser ela mesma, que ela não precisa adoçar a vida de um homem, entre outras coisas. E eu fiquei tipo ''hã???''

   Percebi que tem gente que ultimamente está na pilha demais pra causar na internet. Eu, euzinha, eu mesma, MINHA OPINIÃO, não achei nada demais a matéria. Lá falava que a mulher tinha que dar mais atenção, dar carinho e tudo mais. E qual o problema de oferecer essas coisas para um homem que você gosta? O que tem de machista e opressor nisso? Alguém pode me dizer?

   Quer dizer que se eu tenho um namorado e resolvo dar mais atenção e carinho à ele, vou estar sendo anti-feminista? O engraçado é que muitas mulheres vem com essa de ''não devemos agradar os homens'' mas querem ser agradadas pelo mesmo.

   Como na citação no começo do post, feminismo não é um seita que reprime quem não aceita certos preceitos. Um exemplo é uma mulher que resolve casar, ter filhos e se tornar dona de casa. Qual o mal disso? Ela resolveu ter essa vida. Daí vem certas feministas que oprimem o tipo de mulher que faz isso. ''Ah, a mulher tem que ser independente, tem que trabalhar, não precisa ter filhos, não precisa de homem pra ser feliz''. Mas e se a mulher resolver ter filhos e depender de um homem? Vocês não podem respeitar essa escolha? Ela não segue as leis do feminismo por isso?

   Realmente, a mulher não deve depender de um homem pra se sentir feliz. E nem um homem depender de uma mulher pra ser feliz. Ambos tem que buscar complementos pra a tal da felicidade. E pelo o que eu vi, o tal do feminismo não prega a infelicidade. Se a mulher se sente feliz sem maquiagem, ou com maquiagem, sem filhos, ou com filhos, sem homem, ou com homem, trabalhando, ou não trabalhando, que ela seja feliz!

   Do que adianta você pregar tanto o tal do feminismo sendo que, ao mesmo tempo, humilha ou reprime o sexo oposto? Isso não deveria ser uma luta entre sexos e sim a união deles.


Comente esse post | Me acompanhe no Instagram 

Compartilhe:

, , , ,

Comentários

1 comentários: