Vamos conversar sobre? Expectativa


   Estamos no início do ano, no final de janeiro, quase 1 mês já se passou desse tal novo ano e o que você fez? E os planos que criou na virada do ano? E as metas? E os sonhos? Está tudo caminhando certinho ou já está tudo sendo empurrado com a barriga?

   É normal criar expectativa em cima de coisas que não aconteceram, principalmente no início do ano. As vezes criamos até muita expectativa sobre uma coisa que tem 0,0000001% de chance de acontecer. Eu vivo fazendo isso, ô vida! É tanta coisa pra fazer, tanto lugar pra ir, tantas pessoas pra conhecer, tantos sonhos à realizar que acabamos mergulhando de cabeça nesse mar de espera, de esperança, de possibilidades...

   Já parou pra pensar que sempre planejamos algo, e tentamos planejar toda a nossa vida, mas acaba que nada sai igualzinho ao planejado?! Pode até sair como foi sonhado, mas exatamente como foi planejado não. Principalmente quando tratamos da vida. 

   Vou começar meu técnico no Senac em fevereiro e o plano é fazer novas amizades, já que não tenho nenhuma aqui, e conseguir um emprego na área até conseguir entrar pro curso que eu quero da faculdade. Bom, isso é o que espero e o grau de expectativa está mediano. Mas e se eu não fizer nenhuma amizade ou se eu acabar conhecendo todas a pessoas possíveis do curso? E se eu acabar gostando da área de administração e desistir do curso de R.I? E se eu odiar o técnico e não conseguir nenhum emprego na área? Conseguem entender? Eu não vou ter total controle sobre os meus planos e todas as expectativas que criei vão acabar evaporando.

  Estou tentando criar menos expectativas pra poder me frustrar menos. Com menos expectativas, menos serão os planejamentos concretos e mais vou me entregar a arte de viver. Os tempos mudam, as pessoas mudam, os gostos mudam e toda aquela expectativa que criei em cima de algo pode ser dissolvida num piscar de olhos. 

   E criar esse tal bichinho, chamado expectativa, dentro da gente é ruim? Não exatamente. É como eu disse, quanto mais se cria, mais possibilidades de se decepcionar podem acontecer. Mas podem acontecer coisas boas também. Tem gente que depende de expectativas pra se mover, pra realizar sonhos e cumprir metas. Está vendo como é bem relativo? Eu sou do tipo que quanto mais expectativa crio, menos eu realizo e por consequência mais estagnada eu fico. Porque normalmente crio em cima de coisas que se eu não correr atrás, não vão se realizar. Espero de mais e ajo de menos :(

   Acho que o segredo está no equilíbrio. Não crie expectativas demais mas também não viva sem elas.

   E você, quais são suas expectativas? Elas são importantes pra você ou te atrapalham em algum momento? Conta pra mim nos comentários!

   As meninas do blog  be creative, Minhas Mineirices e Livro de Memórias também fizeram textos com o mesmo tema, visitem! <3

| O tema desse post faz parte de um projeto chamado +QP, ou Mais Que Palavras, onde mensalmente será liberado um assunto a fim de estimular a escrita e a criatividade de blogueiros |

| ''Vamos conversar sobre?'' é uma nova categoria aqui no blog que vai tratar de variados temas, com minha opinião, de uma maneira leve. |   

Compartilhe:

,

Comentários

10 comentários:

  1. Equilíbrio! Uma palavra de ordem quando o quesito é expectativa! Muito bacana! Adorei a conversa Aline!

    Bjus!

    Pensamentos valem mais que ouro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Vanessa!!! Volte mais vezes :) beijão.

      Excluir
  2. Adorei o texto! O segredo está no equilíbrio. bjkssss

    ResponderExcluir
  3. Equilíbrio é tudo. Sou dessas que adora criar expectativas, já me decepcionei, mas elas manteram muitos sonhos também, e de mansinho vou realizando. Aprendi a ter expectativas, mas a não permitir que elas me impulsionassem a cobrar perfeição de mim mesma ou das outras pessoas. O segredo é levar um dia de cada vez e não perder a esperança em dias melhores ><
    Excelente texto, Aline!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo Thaís! Tenho que aprender a lidar com minhas expectativas assim como você. Obrigada pelo comentário, volte mais vezes! Beijão :)

      Excluir
  4. O mês de janeiro já foi e seria bem legal se os planos feitos na virada do ano se concretizassem ou, no mínimo, começassem a sair do papel. Expectativas demais atrapalha, pois é bom se surpreender com a vida. Mas, um pouco dela também faz bem rs
    Amei seu texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade Mikaele! Bom te ver novamente aqui nos comentários ♥ beijoss

      Excluir
  5. Já me prejudiquei muito por causa de expectativas não atingidas... Estou aprendendo com meu namorado a abandoná-las um pouco.... Por exemplo, cheguei a ganhar uma bolsa em uma faculdade que queria muito, num curso que queria muito... Na minha cabeça, minha expectativa era (ganhar a bolsa, entrar na faculdade, fazer amizades, estudar, me formar e ser bem-sucedida) kkkkk poderia até acontecer, só que entre um passo e outro, existem muuuuuitas pedras pelo caminho, e eu não estava pronta pra nenhuma delas... Entre o número 1 e o 2 existe o 1,0 - 1,1 - 1,2 - kkkkkk entende? E acabei trancando minha matrícula pois não me adaptei ao ambiente, não dei conta da carga horária, entre outros contra tempos... Mas pelo menos foi um aprendizado e assim que eu retomar meus estudos, vou como uma pessoa diferente e preparada pra o que eu puder encontrar pela frente... Expectativas são boas na medida certa, elas nos fazem almejar coisas maiores, nos fazem sonhar... Mas realmente, como você disse, quanto maior ela é, maior a possibilidade de nos decepcionarmos... Melhor vir a surpresa que a frustração né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Primeiro quero dizer uma coisa: que honra ter vc aqui comentando Carol! hahahahaha sigo seu blog lá no bloglovin e adorei seu #projetocalça38. Sou bem magrela tb e enfrento essa barra que é ser magra demais.
      Agora sobre seu comentário, concordo com o que vc disse sobre conseguir aprendizado diante de várias situações. Ainda bem que vc não teve medo de trancar a facul e seguir em frente. Não adianta falarmos que nunca vamos criar expectativa, pq sempre vamos. Mas é só não atingir aquele ponto onde as expectativas surgem demais, e as atitudes de menos.
      Beijão! E obrigada por comentar! <3

      Excluir