Você poderia não existir! (E eu também)

 
   A vida é algo bem louco. Sempre paro pra pensar que, se algo não tivesse acontecido no passado, eu não estaria onde estou hoje. E quando digo "onde estou hoje" é tanto no sentido literal, em um apartamento - mais precisamente na minha cama - quanto num sentido mais figurado, com a mente que tenho hoje, os gostos, os amigos, as manias.

   Voltando um pouco para o passado, se eu não tivesse me mudado para o interior e voltado para São Paulo, com certeza não teria feito meu último ano do Ensino Médio no colégio adventista. Não seria amiga da Mayara, Leticia, Marina e provável também que não teria firmado minha amizade com a jambo mais linda de todas, vulgo Ingrid (já a conhecia em 2011, na igreja somente, mesmo ela estudando no mesmo colégio que eu). Não teria tido uma formatura linda e emocionante. Não teria tido a sorte de ter bons professores como o Marcio, Helder, Antônio, Paulo e Marcos. Não teria conhecido metade das pessoas que conheço hoje.

   Voltando mais ainda, se meus pais não tivessem me colocado em um colégio particular quando fui pra 5° série, não teria conhecido mais uma porrada de gente e nem as minhas 3 grandes amigas (alô corbis? Alô carol? Alô amandinha?). Não teria feito vários trabalhos em videos, apresentado dezenas de seminários, nem recebido cartinha com chocolate de "boa aluna". Não teria dançado Jerk na escadaria da escola, com direito a luz piscando. Não teria conhecido as melhores professoras que tive no fundamental, Eliana e Viviane. Não teria deslocado meu joelho (obs: desloquei ele de novo quando morei no interior). Não teria feito e vivido tanta coisa se algo fosse mudado no passado!

   Voltando muito mais ainda no tempo, e se meus pais tivessem resolvido ter um filho mais cedo, ou mais tarde? E se minha mãe não tivesse ido trabalhar no mesmo lugar que meu pai? Eu, provavelmente não existiria. Não faria parte da família Medeiros (alguém me socorre). Não sei vocês, mas eu sempre penso nisso. Eu poderia não existir!!!! Ok, vocês devem estar pensando ''essa menina tá louca'' mas oh O MUNDO É DOS LOUCOSSSS. Brincadeira pessoal, eu não estou louca e vamos voltar ao assunto.



Já parou pra pensar que você poderia não existir?

   Graças a Deus eu existo! Pude viver tanta coisa boa durante esse tempo, conhecer tanta gente, ouvir tanta música, fazer tantos trocadilhos, ver sorrisos, ser motivo de sorrisos, receber abraços, amar e ser amada. São tantas coisas que foram realmente boas e as vezes (muitas vezes) nem me dou conta disso.

   É... Todos nós temos motivos para agradecer, e hoje minha gratidão será por uma coisa que no entanto resume tudo...
                      Agradeço pela minha existência.

Compartilhe:

,

Comentários

2 comentários:

  1. Que lindo e profundo! Me identifiquei com teu texto. Também tenho meus momentos de pensamentos loucos e aleatórios kkkkkkk Adorei!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! ♥
      Acho que todos temos uns pensamentos loucos né? De louco todo mundo tem um pouco hahahahaha

      Excluir